Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Psicologia Para Si

Psicologia Para Si

Tipos de conhecimentos produzidos pela Ergonomia enquanto ciência

A Ergonomia enquanto ciência tenta produzir conhecimento útil à acção ergonómica: que pode ser pois um projecto de concepção ou um projecto de transformação, de situações de trabalho ou mesmo objectos técnicos.

A Ergonomia tenta pois produzir conhecimentos úteis e científicos já que a prática profissional por si mesma não as assegura, ou assegura pelo menos alguns. 

A Ergonomia como disciplina teórica e prática tem tentado contribuir para a criação de : 

  • Metodologias de análise;
  • Avaliação dos dispositivos técnicos e organizacionais;
  • Medodologias de particpação na concepção;
  • Intervenções nas situações de trabalho;

Os Ergónomos para além dos estudos clássicos da ciência experimental têm também um conjunto de metologias mais próprias como por exemplo a análise do trabalho dos Ergonomistas - cujo procedimento é a observação realizada por um ergonomista. Outro método pode pois ser a auto- análise reflexiva - trata-se de conduzir acções ergonómicas reservando tempo para prática reflexiva. 

A Ergonomia querendo constitui-se como disciplina que apesar de multidisciplinar cria também o seu próprio campo de conhecimentos produz 4 tipo de conhecimentos (ergonómicos) diferentes: 

4 tipos de conhecimentos Ergonómicos diferentes

Conhecimentos gerais sobre o ser humano em acção - Emprestados de outras disciplinas como a fisiologia, a psicologia a sociologia.

 

Conhecimentos metodológicos -  Métodos gerais de acção ergonómica de analise, de condução de projecto, e tratamente de dados, experimentação, técnicas de entrevista, de observação etc...Estes métodos são adquiridos inicalmente pela formação, mas desenvolvem-se, ganham em complexidade e precisão também com a prática.

Conhecimentos específicos -  Conhecimentos específicos relativos à própria situação estudada, estes conhecimentos resultam da aplicação de metodologias conhecidas que permitem ao profssional praticante de ergonomia elaborar uma representação da situação que enfrenta. Os conhecimentos específicos. não são portanto preexistentes são contruidos  pelo ergonomista de acordo com as necessidades de acção.

Conhecimentos eventuais -  Tem como base a experiência das situações já encontradas. Permite ao ergonomista enriquecer a sua biblioteca mental de situações reutilizar essas informações ao confrontar-se com situações novas; para enriquecer as representações dos interlocutores do ergonomista, através de exemplos de outras situações possíveis. Pode ainda ser este conhecimento eventual adquirdo em livros, congressos, etc...

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub